Carreira De Dinheiro

Remuneração de executivos do Walmart vinculada ao atendimento de suas necessidades

mercado

Depois de ser criticado pela mídia e pelos consumidores por permitir que as prateleiras permanecessem vazias, Wal-Mart (NYSE: WMT) trouxe seus auditores independentes de volta ao trabalho. A empresa responsável por manter o controle sobre as práticas da loja instituiu uma estratégia de etiquetar todos os itens essenciais com adesivos de ponto verde para que os gerentes saibam quais mercadorias devem permanecer em estoque.

Quando se trata do maior varejista do país, existem alguns segredos. Bloomberg apontou as prateleiras vazias - apresentando um quadro decadente e mal administrado para clientes e funcionários - em uma série de relatórios no início deste ano. A gerência do Wal-Mart recebeu o memorando e ouviu as reclamações dos clientes em todos os lugares. Quando surgiu a notícia de um Queda de 1,4 por cento nas vendas no primeiro trimestre deste ano, os executivos do Wal-Mart decidiram colocar o estoque de volta nas prateleiras por todos os meios necessários. Uma das etapas foi propor um novo plano, vinculando a remuneração dos executivos à manutenção dos estoques. Esta proposta será votada no início de junho na reunião anual da empresa.



NOVO! Descubra uma nova ideia de estoque a cada semana por menos do que o custo de 1 negociação. CLIQUE AQUI para ver suas folhas de referência de ações semanais AGORA!

Isso trouxe a brigada do ponto verde. Acosta, que costumava realizar auditorias secretas nas lojas do Wal-Mart em todo o país, teve uma folga de suas funções antes que a indignação pelas prateleiras vazias viesse à tona. O Wal-Mart vem expandindo suas operações, adicionando lojas e depósitos, enquanto reduz o quadro de funcionários. Daí o problema de estoque e o movimento de clientes para concorrentes como Alvo (NYSE: TGT). Acosta está de volta ao trabalho e colocar pontos verdes ao lado de qualquer item que o gerenciamento considere essencial. Essa estratégia é um desvio das auditorias cegas do passado.

No antigo sistema Acosta, as lojas nunca saberiam o que estava por vir e seriam julgadas de acordo. O sigilo era intenso e os auditores foram lembrados de relatar qualquer gerente que tentasse saber da mercadoria sob escrutínio. Semana de negócios relata que a solução ponto verde agora foi totalmente divulgada à administração. No que pode ser um sinal de desespero, os executivos do Wal-Mart querem apenas os itens mais vendidos nas prateleiras.

Isso resolverá o problema criado por ter mais trabalho do que os funcionários podem suportar? Wallace Hopp, reitor associado da Escola de Negócios da Universidade de Michigan, disse Semana de negócios é um sistema 'míope' que ignora o problema maior de 'ter coisas em estoque em toda a loja'.

NOVO! Descubra uma nova ideia de estoque a cada semana por menos do que o custo de 1 negociação. CLIQUE AQUI para ver suas folhas de referência de ações semanais AGORA!

Em outras palavras, se todos estão preocupados em estocar uma marca específica de cada categoria de mercadoria, o Wal-Mart ainda perderá os clientes que procuram a marca que está faltando na prateleira vazia ao lado dela. Quanto à contratação de mais funcionários para estocar as prateleiras, essa solução não parece estar na mesa. Ironicamente, o número de funcionários que o Wal-Mart dispensou nos últimos cinco anos - 1,4% de sua força de trabalho - correspondeu exatamente à porcentagem (1,4) do declínio do Wal-Mart nas vendas no primeiro trimestre.

amizade de emily deschanel e david boreanaz

Não perca: Ronald McDonald está tornando as crianças americanas obesas?